Translate

Procure no blog

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Os Santos Sete Irmãos Macabeus, Mártires

Os irmãos Macabeus com a mãe e o professor

Na Bíblia Sagrada, há dois livros chamados dos Macabéus (que significa "forte contra o adversário"), onde se narram as histórias heroicas daqueles que preferiram perder todos os seus bens, e até mesmo a vida, a fim de defender a Santa Religião do verdadeiro Deus. O Segundo Livro dos Macabéus apresenta, no capítulo 7, o Martírio dos sete irmãos Macabéus. A causa principal era a recusa de ingestão de carne de porco. Quando o rei os torturou, para que o fizessem, afirmaram logo que estavam “prontos a morrer antes que violar as leis dos seus pais”. O livro dá-nos o relato cru da tortura operada pelo rei, de forma a exaltar a coragem e fidelidade dos irmãos. Depois de o primeiro irmão ser morto no fogo, o segundo irmão, já mutilado, respondeu às propostas do rei: “o Rei do universo ressuscitar-nos-á para a vida eterna, se morrermos fiéis às Suas leis”. Ao seguir a afirmação do mestre Eleazar (também martirizado pelo rei ímpio), aqui vem já clara a fé na Ressurreição. É a primeira vez que esta vem expressa no Antigo Testamento, encontrando-se um reflexo desta passagem em Daniel 12.

A Santa Igreja celebra hoje a memória dos Sete Santos Mártires Macabéus:Habim, Antonin, Guriah, Eleazar, Eusebon, Hadim (Halim) eMarcellus, sua mãe Solomonia e o seu professor, chamado Eleazar. Estes Santos sofreram tal martírio no ano 166 antes do nascimento de Cristo, submetidos aos ímpios sírios, sob as ordens do Imperador Antíoco Epiphanos. 

Adepto do culto pagão grego, Epiphanos Antíoco introduziu costumes pagãos em Jerusalém e em toda a Judeia. Ele profanou o Templo do Senhor, colocando lá uma estátua do deus pagão Zeus, forçando os Judeus a adorá-lo. Muitos deles apostataram da fé no Deus Verdadeiro. Mas também houve aqueles que ficaram profundamente entristecidos pela queda do povo de Deus e que continuaram a acreditar na vinda do Salvador. 

O professor da Lei Eleazar, um ancião de 90 anos de idade, foi levado a julgamento por sua adesão à Lei Mosaica, sofreu torturas e morreu em Jerusalém, com firmeza em sua fé. A bravura também foi a marca dos discípulos de São Eleazar: os Sete Irmãos Macabéus e sua mãe, chamada Solomonia. Eles também foram levados a julgamento em Antioquia e, diante do Imperador, destemidamente se reconheceram como seguidores do Verdadeiro Deus e se recusaram a oferecer sacrifícios aos deuses pagãos. O mais velho dos rapazes, tendo sido o primeiro a responder ao Imperador em nome de todos os sete irmãos, foi entregue as mais brutais torturas diante dos seus irmãos e sua mãe. Logo, um após o outros, os cinco outros irmãos foram submetidos a tais torturas, sem abandonar a Fé. Restava o último irmão, o ainda menino Marcellus. Antíoco sugeriu a Santa Solomonia que convencesse o rapaz a renunciar a sua Fé, para que ao menos um filho pudesse sobreviver. Mas a valente mãe encorajou o jovem filho a também confessar o Deus Verdadeiro. O menino resolutamente ignorou a proposta do Imperador e também com firmeza foi submetido à tortura, assim como seus irmãos mais velhos. Após a morte de todos os seus sete filhos, Santa Solomonia, diante dos seus corpos, levantou as mãos em oração a Deus e morreu. 

A história do Martírio dos Santos Sete Irmãos Macabéus inspirou Judas Macabeu a liderar uma revolta contra Antíoco Epiphanos, e, com a ajuda de Deus, conquistou a vitória, purificando o Templo de Jerusalém com a retirada de todos os ídolos.

Todos estes eventos são registrados no livro de Macabéus, que está incluído dentro do Canon Bíblico. Sermões de louvor aos Santos Mártires Macabéus foram oferecidos por muitos dos Padres da Igreja: São Cipriano de Cartago, São Ambrósio de Milão, São Gregório Nazianzeno e São João Crisóstomo. 

Santos Mártires Macabéus, Rogai a Deus por nós!
_________

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro (a) leitor (a), este blog é católico. Não aceitaremos ofensas contra a Igreja Católica. Por favor, antes de comentar certifique-se se o que está prestes a escrever tem alguma significância perante as Leis da Igreja.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A Tradição é linda.

A Tradição é linda.

Palavras de Santo Agostinho

"A oração é uma chave do céu; sobem as preces, desce a divina misericórdia. Por mais baixa que seja a Terra, e alto o Céu, Deus ouve a língua do homem, quando este tem limpa a consciência."