Translate

Procure no blog

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Nossa Senhora Auxiliadora


***

O título “Auxiliadora dos Cristãos” foi introduzido na Ladainha de Nossa Senhora pelo Papa São Pio V, após a vitória dos cristãos obtida em Lepanto, vitória essa, conseguida graças ao auxílio de Deus e de Nossa Senhora.

Em 1571, Dom João, príncipe austríaco, comandou os cristãos nessa batalha de Lepanto. São Pio V enviou para o Imperador uma bandeira, na qual estava bordada a imagem de Jesus crucificado. A preparação dos soldados consistiu em um tríduo de jejuns, orações e procissões, suplicando a Deus a graça da vitória, pois o inimigo não era apenas uma ameaça para a Igreja mas também para a civilização. Tendo recebido a Santa Eucaristia, partiram para a batalha. No dia 7 de outubro de 1571, invocando o nome de Maria, Auxílio dos Cristãos, travaram dura batalha nas águas de Lepanto. Três horas de combate foram necessárias… A vitória coube aos cristãos, que ao grito de “Viva Maria”, hastearam a bandeira de Cristo.

Mais tarde, por causa da libertação de Viena sitiada pelos turcos, no ano de 1683, o rei da Polônia João III Sobieski, que chegou com as tropas polonesas em auxílio para a cidade sitiada, confessou humildemente ao Papa: “Veni, Vidi Deus Dedit Victoriam” (Cheguei, vi, Deus deu vitória), recordando a todos e atribuindo a Virgem Maria tamanha graça.

No entanto, a festa de Nossa Senhora Auxiliadora só foi instituída em 1816, pelo Papa Pio VII, a fim de perpetuar mais um fato que atesta a intercessão da Santa Mãe de Deus.

A história é esta: o papa Pio VII tinha-se negado a declarar inválido o matrimônio da Jerônimo Bonaparte, irmão de Napoleão I. O imperador da França, empenhado em dominar os estados pontifícios, mediante um pretexto mentiroso mandou ocupar Roma que, há mais de 1.500 anos era governada pelo papa.

O Santo Pontífice excomungou Napoleão, afixando a sentença na porta da Basílica de São Pedro. Em resposta, o imperador francês sequestrou o Vigário de Cristo, levando-o para a França, onde teve que passar por vexames, humilhações e pressões de toda a espécie. Movido por ardente fé na vitória, o papa recorreu à intercessão de Maria Santíssima, prometendo coroar solenemente a imagem de Nossa Senhora de Savona logo que fosse liberto.

A situação política mudou rapidamente. Napoleão, derrotado na batalha de Leipzig, cedeu à opinião pública, dando liberdade ao papa, e no mesmo lugar onde o tinha mantido prisioneiro, teve que assinar a abdicação de imperador.

O Santo Padre, na viagem de volta para Roma, parou em Savona e cumpriu seu voto de coroar solenemente a imagem de Maria, Mãe de Misericórdia, em 24 de maio de 1814. Pio VII entrou solenemente em Roma, recuperando seu poder pastoral. Os bens eclesiásticos foram restituídos.

São João Bosco, fundador da Congregação Salesiana, espalhou a devoção a Nossa Senhora invocada em todo mundo com este título: “Auxiliadora”, que lembra a perene proteção de Maria Santíssima, sobre a Igreja e sobre o Papa. Os fiéis intuíram a intervenção sobrenatural de Nossa Senhora, invocada como “Auxiliadora” e na Obra do Oratório, com muito acerto chamaram-na “A Virgem Auxiliadora de Dom Bosco”.

Dom Bosco dizia:
“Foi Ela quem tudo fez!”

Que a luz da Auxiliadora de Dom Bosco ilumine sempre a nossa vida.

Feliz festa de Nossa Senhora Auxiliadora – 24 de maio

Nossa Senhora Auxiliadora
Rogai por nós!
__________



***


Nossa Senhora de Quercioli


O Santuário de Quercioli está localizado a cem metros da estação de Massa Carrara-Pontremoli, na Toscana, Itália, e é dedicado a "Maria, Auxílio dos Cristãos". Ali é venerado um afresco antigo que representa a Virgem Mãe de Deus com o Menino Jesus e Santo Antônio de Pádua em oração. 

A pintura data de meados do século XVIII. Domenico Nocchi tinha mandado pintá-la na parede de sua casa em 1754. Por ocasião de sua morte, a casa foi vendida e mais tarde foi completamente abandonada, e a imagem sagrada foi coberta de sarças [creio que seja traça].

Em 19 de setembro de 1831, três mulheres foram dar um passeio naquela localidade, e ficaram impressionadas com aquela bela imagem e, nos primeiros dias de março do ano seguinte, uma das três mulheres levou àquele local uma sobrinha muito doente que, após rezar, foi repentinamente curada. O culto à imagem começou na segunda-feira de Páscoa de 1832, quando a notícia do milagre se propagou.

Imediatamente pensou-se em erguer uma igreja no local, a qual foi concluída no ano seguinte. Em 25 de maio de 1835, houve um outro milagre: José Bertozzi, soldado do exército ducal, cego, recuperou a visão depois de ter rezado a Nossa Senhora de Quercioli.

Em 1909, o Santuário foi entregue à direção dos Frades Capuchinhos da Província religiosa de Lucca, que ainda hoje prestam o serviço religioso no Santuário. Em 1932, quando era Reitor do Santuário o padre capuchinho Dionísio Cantarelli, ampliou o templo.

Em 1946, o Santuário foi elevado à paróquia e a imagem foi solenemente coroada no dia 6 de junho de 1948. Em 1973 grandes restaurações foram iniciadas.

A primeira igreja tinha o formato de uma cruz grega, com uma cúpula majestosa projetada pelo arquiteto José Marchelli de Modena; um século mais tarde, a igreja foi transformada em cruz latina. O milagre do soldado, pintado no arco principal, foi executado em 1932 pelo pintor Oreste Bontemps, de Massa. É a versão de uma pequena pintura a óleo feita em madeira deixada no Santuário de Quercioli em memória do milagre. 

Há no santuário uma pintura em têmpera, realizada por um artista desconhecido, descrevendo Nossa Senhora com os emblemas da Imaculada Conceição, Santa Maria Madalena, Santa Catarina virgem e mártir, e alguns anjos. Este quadro foi trazido do convento dos frades capuchinhos de Massa e deve ter sido feito por volta no final do século XVI e início do século XVII.

O edifício harmônico mantém alguns paramentos sagrados e um estrado de madeira do século XVI, representando o Pai Eterno com anjos, atribuído à escola de Ghirlandaio.
__________
Notas: com correções e adaptações minhas.
[grifos meus]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro (a) leitor (a), este blog é católico. Não aceitaremos ofensas contra a Igreja Católica. Por favor, antes de comentar certifique-se se o que está prestes a escrever tem alguma significância perante as Leis da Igreja.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A Tradição é linda.

A Tradição é linda.

Palavras de Santo Agostinho

"A oração é uma chave do céu; sobem as preces, desce a divina misericórdia. Por mais baixa que seja a Terra, e alto o Céu, Deus ouve a língua do homem, quando este tem limpa a consciência."

Siga-me no Facebook