Translate

Procure no blog

segunda-feira, 20 de março de 2017

Padre Reus - padres santos

Salve Maria!
Que a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja com todos.

Hoje senti inspiração para falar sobre sacerdotes santos, canonizados ou não. Vou iniciar uma série de posts, em ordem aleatória mesmo, para falar sobre esses seres que são instrumentos de Deus para nos santificar e nos levar para mais perto do Sumo Bem.

De repente me vi pesquisando sobre devocionários para comprar (e aumentar a minha pequena e em estágio embrionário coleção). Lembrei do devocionário escrito muito devotamente pelo santo Padre João Batista Reus, alemão que veio fazer missão no Brasil. Graças a Deus!

Copiei uma pequena biografia do padre, mas é claro que sua vida foi muita mais rica do que o que contém nesse texto. 

***

Padre João Batista Reus, com seu hábito jesuíta

Padre João Batista Reus nasceu em 10 de julho de 1868, em Pottenstein, na Alemanha. Seus pais, João e Ana Margarida Reus, lhe deram primorosa educação religiosa. No dia 30 de julho de 1893 foi ordenado sacerdote na Catedral de Bamberg, celebrando a primeira missa na festa de Santo Inácio.

Ingresso na Companhia de Jesus

Ingressou na Companhia de Jesus em 16 de outubro de 1894, na cidade de Blijenbeek, na Holanda. Pe. Reus realizou a Terceira Provação em Wijnandsrade, na Holanda, de setembro de 1899 a julho de 1900. Ao término de sua formação, foi destinado para a Missão Brasileira.

Já no Brasil, foi pároco nas cidades de Rio Grande, Porto Alegre e São Leopoldo, onde era conhecido por sua piedade e devoção. Por muitos anos, foi professor de teologia e orientador espiritual no Colégio Cristo Rei, em São Leopoldo.

Durante sua vida, escreveu diversos livros religiosos em português, espanhol, alemão e italiano. Seu Diário Espiritual e Autobiografia revelam uma alma singular e mística. Somente depois de 50 anos de sacerdócio, e a muito custo, aceitou celebrar missa para toda a comunidade, pois, até então, a celebrava apenas em capela reservada.

Falecimento e beatificação

Por conta dos milagres que lhe são conferidos, ao falecer, em 21 de julho de 1947, já contava com fama de santidade.
O processo de beatificação de Pe. Reus teve início em 1958 e ainda continua em tramitação.

O túmulo de Pe. Reus, junto ao Santuário do Sagrado Coração de Jesus, é um dos principais pontos turísticos de São Leopoldo.
__________
Fonte:http://www.asav.org.br/sobre-padre-reus/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro (a) leitor (a), este blog é católico. Não aceitaremos ofensas contra a Igreja Católica. Por favor, antes de comentar certifique-se se o que está prestes a escrever tem alguma significância perante as Leis da Igreja.

Palavras de Santo Agostinho

"A oração é uma chave do céu; sobem as preces, desce a divina misericórdia. Por mais baixa que seja a Terra, e alto o Céu, Deus ouve a língua do homem, quando este tem limpa a consciência."